A Medicina Ortomolecular feita da maneira certa!

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Amendoim para perder peso


Seja para acompanhar a cerveja, seja no pé de moleque da festa junina, o amendoim é uma preferência nacional: 75% dos brasileiros costumam comer a leguminosa (sim, ele é um parente do feijão e da soja). Apesar de agradar tanto ao paladar verde-amarelo, 63% dos entrevistados desconhecem as propriedades nutricionais da semente e 12% acreditam que ela é constituída apenas de gordura e colesterol ruim.

Mas estudos comprovam: embora bastante calórico, o amendoim é um aliado da boa forma. Um de seus principais predicados é promover a sensação de barriga cheia. Ele precisa ser muito mastigado, o que ativa o centro cerebral que controla nossa saciedade e faz com que a fome demore mais para aparecer. Além disso, é fonte de fibras, que demoram mais tempo para ser digeridas, prolongando esse efeito. Se comermos 30 gramas de amendoim no lanche da tarde, ele garante uma saciedade de até duas horas, inibindo o consumo de opções até mais engordativas e provavelmente pouco nutritivas.

Além disso, o amendoim dá uma acelerada de 11% no metabolismo. Na prática, isso quer dizer que seu corpo gasta energia mais rápido, e isso está ligado diretamente ao emagrecimento. Mas, vale o alerta: é preciso ter autocontrole para não fugir da recomendação de 30 gramas diários, o equivalente a uma mão fechada. Do contrário, o auxílio vira sabotagem.

Evite, por exemplo, as versões industrializadas, aquelas coloridas e com cascas bonitas, pois elas são cheias de sódio. Essas pitadas a mais do ingrediente fazem o risco de doenças cardiovasculares, como a pressão alta, disparar. É importante também se atentar à quantidade. Para fugir das armadilhas, é só torrá-lo em casa. Compre o amendoim cru e asse 10 minutos no forno. Depois é só retirar a casca, que se solta com facilidade.

Atenção à mesa  

Nem todas as formas de consumo do amendoim freiam o ponteiro da balança. Conheça as mais populares e acerte na hora da compra:

Torrado. Ele preserva todos os nutrientes da leguminosa. 
Paçoca. Na versão tradicional, o açúcar vem em excesso. 
In natura. Liberado! Sua casca vermelha é nutritiva.
Pé de moleque. O caramelo é uma doce armadilha para a dieta. 
Japonês. O alto teor de sódio é seu ponto fraco.

Fonte: Abril Saúde


Nenhum comentário:

Postar um comentário