A Medicina Ortomolecular feita da maneira certa!

sexta-feira, 11 de março de 2016

Chocolate amargo: delicioso e um aliado da saúde


Se você é chocólotra(o) assumida(o), vai gostar da notícia: o chocolate amargo, além de uma delícia, faz bem para a saúde do coração e ajuda a combater o estresse. Os chocolates ao leite, por sua vez, devem ficar fora da sua dieta. Hoje vamos entender por que esta sobremesa virou queridinha entre os nutricionistas.

Pesquisas realizadas na Universidade de San Diego (EUA) submeteram voluntários a comer algumas gramas de chocolate amargo todos os dias, durante uma quinzena. O resultado foi uma baixa nos níveis de glucose e de LDL (colesterol ruim), e um aumento no HDL (colesterol bom). Além deste experimento, estudos e outras pesquisas também reforçam estes benefícios e mais: o consumo de chocolate amargo combate o acúmulo de placas de gordura, ajuda no controle da pressão arterial e do fluxo sanguíneo. Todavia, os benefícios só valem para o chocolate que tiver acima de 70% de cacau e precisa estar incluso em uma alimentação balanceada.

Ademais, a iguaria também tem efeito antioxidante. Os responsáveis por estes benefícios são os flavonoides, antioxidantes naturais. Além de agir contra o envelhecimento, o chocolate amargo é fonte importante de potássio e magnésio, minerais envolvidos principalmente na força muscular. Porém, não se esqueça: a sobremesa é uma fonte rica de calorias! Uma barra comum, de 170g por exemplo, tem 816 calorias. Por isso, não exagere na dose! 40 gramas três vezes por semana são mais do que suficientes para obter todos esses benefícios sem comprometer suas medidas.



Fonte: Revista Viva Saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário