A Medicina Ortomolecular feita da maneira certa!

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Doenças associadas à obesidade, problema que atinge 50% dos brasileiros




O assunto é sério e grave. No Brasil, a obesidade vem crescendo a cada dia e os números são alarmantes: 50% da população está acima do peso, ou seja, na faixa de sobrepeso e obesidade, e o pior, em crianças gira em torno de 15%. Alguns estudos revelam que o sobrepeso é maior ente homens, mas entre as mulheres a diferença é muito pouca: 52,6% deles está acima do peso ideal e, entre as mulheres, esse valor é de 44,7%. Ou seja, todos precisam se unir para melhorar essas estatísticas.

A OMS (Organização Mundial de Saúde) aponta essa doença com um dos maiores desafios das autoridades do mundo, já que desencadeiam várias outras complicações. O governo brasileiro tem começado a se preocupar com essa questão e apostado na divulgação de programas de combate e prevenção às doenças crônicas e de prevenção de obesidade. O alerta é importante, pois a lista de doenças associadas à obesidade é extensa.
. Cardiovasculares: Enfarte, hipertensão, AVC, insuficiência cardíaca;
. Respiratórias: Asma, enfisema pulmonar, apneia do sono;
. Endócrina: Diabetes mellitus 2, ovário policístico, resistência à insulina, hipogonadismo;
. Cancerígenas: Mama, colón, pâncreas, próstata, útero;
. Gastrointestinais: Cálculo biliar, diverticulite;
. Músculo-esqueléticas: Artrite, artrose, dores MI;
. Genital-urinárias: incontinência, retenção hídrica;
. Pele: Estase venosa, paniculite, celulite, Infecções cutâneas;
. Psicológicas/neurológicas: depressão, ansiedade, enxaqueca.
Infelizmente, de acordo com pesquisas, 80% das pessoas com IMC > 30 têm, ao menos, uma dessas doenças. Portanto, é importante cuidar da saúde e procurar ajuda médica para o tratamento de obesidade, como medicina ortomolecular, por exemplo. Trate sempre com médicos e fuja de dietas milagrosas, o ideal é emagrecer com saúde, garantindo assim maior expectativa de vida. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário