A Medicina Ortomolecular feita da maneira certa!

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Coma menos com Saffrin, o extrato de açafrão que regula o hormônio do bem estar


Você já deve ter percebido que a ansiedade é a pior inimiga do emagrecimento. Quando estamos estressados, nervosos ou ansiosos, a tendência é sempre descontar na comida, e o corpo sente os efeitos negativos da alimentação descontrolada. Mas a solução é mais simples do que você imagina, e o melhor: natural. Estou falando do Saffrin, o extrato de açafrão que atua reduzindo a ansiedade.

Condimento muito utilizado para dar cor e sabor na culinária, o açafrão contém uma substância – a crocina, responsável pela sua coloração amarela – que está diretamente ligada a diversas propriedades medicinais, como o equilíbrio emocional. O seu extrato concentra esta substância e atua como um potente inibidor de apetite, graças ao seu poder de controlar os níveis de ansiedade. Como? Agindo na recaptação de serotonina – o hormônio do bem estar – no organismo. Ao regular esse hormônio, a ansiedade diminui e, junto com ela, acaba a compulsão por comer toda hora, principalmente doces.

Quando os níveis de serotonina estão baixos no organismo, é normal surgir uma vontade incontrolável de consumir alimentos ricos em açúcares, como o chocolate. O Saffrin evita que essa vontade venha, e assim você consegue controlar a sua alimentação e conquistar a meta de perder peso. O Saffrin ainda ajuda a trazer saciedade, reduzindo a sensação de fome entre as refeições e eliminando o hábito de “beliscar” guloseimas ao longo do dia.

Para completar, o extrato de açafrão reduz os níveis de estresse e sintomas depressivos, diminuindo a produção de cortisol (o hormônio do estresse), toxina que causa inchaço corporal e dificulta o emagrecimento. Em outras palavras, você emagrece de forma natural e mais fácil, e ainda fica mais feliz!

Outros benefícios do Saffrin são: possui propriedades antioxidantes (pele, cabelo e unhas mais jovens), alivia os sintomas da TPM, é um ótimo coadjuvante no tratamento da depressão, melhora o processo de digestão e possui propriedades anti-inflamatórias. Para garantir os seus efeitos, a recomendação é tomar uma cápsula duas vezes ao dia, uma hora antes do almoço e do jantar. O Saffrin é um suplemento alimentar vendido em farmácias de manipulação somente com recomendação médica.


segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Alimentos para evitar e para apostar durante a TPM


O período mais temido pelas mulheres é a TPM. Para algumas ela passa desapercebida, para outras, esses dias são os mais terríveis do calendário. Independente do seu grau de Tensão Pré-Menstrual, uma coisa é comum a todas: existe uma alteração nos hormônios que podem interferir diretamente no bem estar. E como bem estar também está ligado a uma alimentação balanceada, nada melhor que descobrir quais os alimentos devem estar presentes na sua dieta nessa época e quais devem ser evitados. Vamos a eles?

Alimentos potencializadores da TPM

Parece que no período menstrual, nosso organismo sente falta de gorduras e açúcares, mas apesar de deliciosos, estão proibidos. Porém, não são apenas os doces que devem ser evitados. As frituras também, pois neste tipo de alimento existe substâncias que aumentam a sensibilidade fazendo com que as terríveis cólicas piorem, influenciando ainda nas dores de cabeça.

Por isso, se a vontade persistir, esqueça os doces, que causam alterações de humor e inchaços, invista em frutas. Alimentos que contenham cafeína podem até ser consumidos, porém em doses pequenas, para não interferir na irritabilidade e na alteração do sono.

Alimentos aliados no combate à TPM

Dores de cabeça, cólicas e retenção de líquidos podem ser reduzidas se sua dieta for adaptada para aqueles dias. Comprovado pela Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, a ingestão de alguns alimentos pode reduzir até pela metade os sintomas da TPM. Iogurtes desnatados regulam o cálcio do organismo e ajudam a diminuir a retenção de líquidos. Já os peixes reduzem a cólica por serem ricos em vitamina D. O feijão e o arroz integral podem aumentar a sensação de bem estar.

Faça uso das combinações certas e acabe com os sintomas de uma vez!

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

A importância da água para emagrecer


Consumir 2 litros de água (ou melhor: 35 mililitros por quilo corporal) ao longo do dia é capaz de fazer maravilhas pelo organismo. Mas, se quiser um resultado ainda melhor, reserve dois copos (ou mais) para beber logo cedo, ainda em jejum. 

É porque nesse horário, a água dá um empurrão inicial para o organismo eliminar as toxinas que sobraram da reparação das células – trabalho que ele realiza enquanto você dorme. Esse hábito previne doenças e aumenta o tônus e a elasticidade da pele. Confira outros bons motivos para você beber água assim que acordar:

1. Purifica o cólon, favorecendo a absorção dos nutrientes dos alimentos. 
2. Aumenta a produção das células do sangue e dos músculos.
3. Equilibra o sistema linfático, facilitando as funções do organismo, além de melhorar o funcionamento do intestino.
4. Ajuda na perda de peso: 500 mililitros de água pela manhã aceleram em 24% o ritmo do metabolismo.
5. Ameniza a sensação de sono e dá disposição para começar o dia.


Fonte: Boa Forma

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Emagrecendo com ajuda da Medicina Ortomolecular

Emagrecer é uma das palavras mais citadas nas conversas, principalmente, entre as mulheres. E quando chega outubro, época que começa a contagem regressiva para o verão, a corrida para perder os quilinhos extras aumenta. Porém, é preciso pensar que, antes de começar a busca pelo emagrecimento, um outro fator deve ser levado em consideração: a qualidade de vida.
Muitas são as tentativas de conquistá-la, porém existe muita dificuldade em criar mecanismos para obter os inúmeros benefícios que ela propõe, tanto física quanto mental. E esse processo não pode ser momentâneo, apenas com a finalidade de emagrecer, isto precisa fazer parte da rotina, englobando outros fatores como acompanhamento médico para diagnosticar problemas graves como diabetes e hipertensão, por exemplo.
A grande verdade é que cada indivíduo tem uma necessidade específica, e a melhor alternativa sempre será de buscar orientação profissional personalizada, como a Medicina Ortomolecular, que tem como objetivo primordial buscar o equilíbrio do organismo. Além disso, seguindo algumas dicas é possível ter qualidade de vida mudando alguns hábitos para alcançar uma vida mais saudável e assim ajudar no emagrecimento.
Eis algumas sugestões:
  • Alimente-se de 3 em e horas, buscando realizar 5 refeições por dia;
  • No café da manhã consuma frutas, grãos e fibras, esse último principalmente, pois ajudam o bom funcionamento do intestino, além de desempenhar uma série de funções importantes, como auxiliar a assimilação de outros nutrientes, reduzir o mau colesterol (LDL), prevenir doenças e até evitar o mau hálito;
  • É importante que a dieta diária tenha todos os elementos como proteínas, carboidratos, gorduras, minerais, vitaminas e fibras, mas de forma equilibrada e balanceada;
  • Beber somente meio copo de líquido (preferência água) durante a refeição;
  • Beber de 2 a 3 litros de água por dia;
  • Praticar atividade física, de preferência, de 3 a 4 vezes por semana e, se possível, ao ar livre para ter contato com a natureza;
  • Tente relaxar e dormir bem. Tente ao máximo ter 8 horas de sono;
  • Escolha um lugar específico para relaxamento fazendo meditação de 20 minutos..
  • Evite comidas industrializadas, como flocos de milho, salgadinhos, bolachas, ketchup, refrigerantes e alimentos que contêm corante caramelo na sua composição, dentre outros.

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

15 alimentos aliados contra a flacidez


A flacidez muscular pode ser causada por sedentarismo, alimentação inadequada, rápida perda de peso e também pela gravidez. Já a flacidez da pele é causada principalmente pela perda de colágeno e de água, que ocorre conforme envelhecemos e resulta em uma pele menos elástica.

Fora exercícios e tratamentos regulares, uma dieta equilibrada é fundamental para auxiliar na manutenção de um corpo bem contornado. Por isso, confira a lista a seguir para saber quais alimentos são seus aliados:

Ovo: A clara do ovo é rica em proteína, principalmente em leucina, que reduz a perda de massa magra. 

Batata-doce: possui vitaminas do complexo B, que ajudam a queimar gorduras localizadas e é um carboidrato de baixo índice glicêmico.

Folhas verdes escuras: são ricas em antioxidantes, que impedem a ação de radicais livres nas células e evitam o envelhecimento precoce da pele. 

Leguminosas: são ricas em minerais, como o magnésio, que ajudam a síntese de colágeno, essencial para a elasticidade da pele.

Aveia: é rica em silício, um mineral construtor fundamental para a síntese de colágeno e para a firmeza da pele. 

Frutos do mar: Ricos em cobre, os frutos do mar são um excelente aliado na constituição de colágeno.

Tomate: contém licopeno, que dificulta a ação de radicais livres sobre as células, e vitamina A, que ajuda a síntese de colágeno. 

Arroz integral: é rico em fibras e em vitaminas do complexo B, que ajudam a manter a firmeza da pele.

Frango: A carne de frango é fonte de proteína magra, essencial para a construção de massa muscular, evitando flacidez.

Quinoa: é rica em proteínas, fundamentais para a construção de massa muscular, em minerais e em vitaminas do complexo B.

Frutas: A vitamina c, presente em frutas cítricas, ajuda a regular a produção de colágeno no organismo. Ricas em vitamina A e C, as frutas vermelhas são fontes de antioxidantes que dificultam a ação de radicais livres sobre a pele e retardam seu envelhecimento. O abacate contém gorduras monoinsaturadas, que ajudam a manter a pele elástica, e vitamina A, que auxilia na síntese do colágeno. O cacau - e não o chocolate - é rico em antioxidantes, que impedem a ação de radicais livres sobre as células e o envelhecimento precoce da pele. 


Fonte: Ig Delas

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Os benefícios do vinagre


O vinagre tem baixo valor calórico, substâncias antioxidantes em sua composição, além de ser um coadjuvante contra a hipertensão. Com o nome derivado do francês vin aigre, vinho ácido, o vinagre é o resultado de atividade bacterial, que converte líquidos alcoólicos como vinho, cerveja e cidra em uma fraca solução de ácido acético.

É um produto conhecido há muito tempo, pois se trata de um condimento muito aproveitado devido às suas propriedades benéficas ao organismo e à sua importância na alimentação. Atualmente, existem diversos estudos sobre suas possíveis ações benéficas no organismo. É fundamental dizer que a quantidade consumida será um fator essencial para ele se tornar mocinho ou vilão - o excesso pode ser prejudicial à saúde e causar sintomas como azia e queimação.

Conheça alguns tipos de vinagre:

Vinagre agrin - o mais utilizado na cozinha brasileira. É o tipo mais ácido, pois contém acético de álcool na composição. Não traz muitos benefícios à sua saúde.

Vinagre de vinho - quando o vinho não está muito bom para o consumo, transforma-se no vinagre de vinho. Possui sabor acentuado, por isso é muito utilizado como tempero para saladas e marinar carnes.

Vinagre Balsâmico ou aceto balsâmico - é o mais nobre de todos os tipos. É um condimento refinado de aspecto denso e escuro e com sabor acentuado agridoce.

Vinagre de maçã - obtido a partir do suco fermentado de maçãs. É o tipo menos ácido. É interessante para a saúde quando há grande quantidade de maçãs na fermentação, de onde vem o seu poder antioxidante. Contém pectina, uma fibra solúvel que se transforma em uma espécie de gel dentro do estômago, capaz de controlar a fome (aumentando a sensação de saciedade) e bloquear a absorção de gordura. 

Vinagre orgânico - produzido com alimentos orgânicos. Possui diversos benefícios por manter as propriedades nutricionais.

Os benefícios

  • Baixo valor calórico, uma colher de sopa tem em torno de 1,28kcal.
  • Pessoas hipertensas que precisam diminuir o consumo de sal podem utilizar o vinagre como substituto, com moderação.
  • Digestão: o balsâmico é o mais refinado de todos os tipos, feito a partir da fermentação de uvas. Tem propriedades estimulantes que favorecem a secreção do suco gástrico, colaborando assim no processo de digestão.
  • Os vinagres feitos da fermentação de frutas possuem características antioxidantes, que combatem os radicais livres, retardam o envelhecimento e previnem contra o aparecimento de tumores cancerígenos.
  • Não existe uma quantidade definida a ser consumida por dia para que se tenha estes benefícios, mas pode-se consumir duas colheres de chá por dia temperando a salada ou misturados a uma xícara de chá de água para beber em jejum.

É importante ressaltar que se você tem gastrite ou algum tipo de restrição a produtos ácidos não consuma, siga sempre as recomendações do seu médico.


Fonte: Cyberdiet

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Os benefícios do óleo de amendoim


Quem está em plena batalha para entrar em forma costuma evitar ao máximo o consumo de gorduras. No entanto, se engana quem acredita que o ideal é riscá-la completamente do cardápio. Se usada de forma correta, a gordura faz bem à saúde, protege a pele e ainda ajuda a esculpir a silhueta. O segredo está na escolha. Depois do boom do azeite de oliva, a novidade é o óleo de amendoim — um alimento de alto valor nutritivo, muito apreciado na Europa.

As principais fontes nutritivas do óleo de amendoim são os ácidos graxos mono e poli-insaturados, as famosas gorduras do bem. De origem vegetal, elas ajudam a diminuir os níveis de LDL — o colesterol ruim —, principal inimigo do coração. Mas não é só para o coração que o alimento age como um bálsamo. Os ácidos graxos poli-insaturados, especialmente o ômega-6, têm papel fundamental na coagulação, prevenindo hemorragias, diminuindo a incidência de doenças neurológicas, protegendo a pele e ainda estimulando o sistema imunológico.

Com cor amarelo-clara, sabor e odor suaves, esse óleo não absorve o sabor dos alimentos, tampouco transfere seu gosto. Por isso, agrada aos paladares mais refinados e exigentes e é recomendado para as mais variadas receitas: saladas, cozidos, frituras. Outro destaque deste óleo de amendoim é a presença de vitamina E, nutriente com alto poder antioxidante que fortalece as células e combate o envelhecimento precoce. Essa vitamina favorece os processos anti-inflamatórios, a cicatrização e age na regeneração dos tecidos. O resultado é uma pele muito mais bonita

A recomendação é de que o consumo diário do óleo de amendoim seja de uma porção, que equivale a uma colher (sopa) ou 12 gramas. Essa quantidade contabiliza 108 calorias.


Fonte: Corpo a Corpo

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

5 alimentos para as mulheres manterem a forma e a beleza


Toda mulher sonha com o corpo perfeito, pele linda, TPM controlada e por aí vai. Como o nosso corpo funciona diferente dos homens (por causa dos hormônios), a alimentação também deve ser especial. Por isso, veja a seguir 5 alimentos que não podem faltar no cardápio de toda mulher:

1. Controle a TPM: para ganhar mais disposição “naqueles dias”, aposte em uma bela salada com atum. Rico em ômega 3, fonte de vitaminas B6 e um poderoso antioxidante, o peixe ajuda a equilibrar o humor. 

2. Elimine as toxinas: composto por 95% de água, o pepino consegue proporcionar, com seus 5% restantes, funções incríveis. Calmante e diurético, o legume contém vitamina C e ácido fólico, agindo como regenerador celular e devolvendo a vitalidade da pele. 

3. Evite a flacidez da pele: invista em alimentos ricos em proteína, principalmente os de origem animal, como carne bovina magra, peito de frango, peixes e ovo. Eles fornecem aminoácidos essenciais para a produção da massa muscular e do colágeno -- substância que dá firmeza à pele. 

4. Controle a fome e acelere o metabolismo: o gengibre é um ótimo aliado da boa forma. Já que é um termogênico – capaz de aumentar a temperatura do corpo –, faz o seu metabolismo acelerar e aumenta a queima de gordura. 

5. Retarde o envelhecimento: o morango é recomendado por sua função antioxidante. Essa frutinha controla a ação dos radicais livres, que são moléculas que impedem o pleno funcionamento das células, roubam a sua vitalidade e aceleram o envelhecimento.


Fonte: Boa Forma

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Aprenda a preparar o macarrão e coma sem engordar


Macarronada é a comida favorita de muita gente! O prato é perfeito para o almoço de domingo, a reunião em família ou para um jantar romântico. Pena que, muitas vezes, as massas são banidas das dietas e consideradas “inimigas da balança”. Mas, ao contrário do que parece, o macarrão nem sempre é um vilão para quem busca perder peso. Se preparado de maneira saudável, ele pode ser uma ótima alternativa para variar os pratos do dia a dia.

Há muitos tipos de macarrão disponíveis do mercado. O mais comum é o feito com farinha branca. Esse tipo de massa é fonte de carboidrato simples, ou seja, vira açúcar rapidamente no organismo. O ponto negativo desta opção é que, por ser de fácil digestão, a sensação de fome aparece logo.

O macarrão integral é a melhor opção para quem busca uma alimentação saudável e sem aumento de peso. Isto porque trata-se de um carboidrato complexo, que demora a ser digerido e prolonga a sensação de saciedade. Além disso, este tipo de massa é rico em fibras, que ajudam no bom funcionamento do intestino, e conta com outros nutrientes, como vitaminas do complexo B, magnésio e ferro.

se consumidas em excesso, as massas podem sim engordar. Mas o problema não está só na massa – muitas vezes, os verdadeiros culpados são os acompanhamentos. Molho branco, bacon, frango assado… São inúmeras as opções adicionadas ao macarrão no prato dos brasileiros, e é comum encontrar molhos mais calóricos do que a própria massa.

Para torná-lo amigo da sua dieta, o segredo está no preparo. Procure fazer escolhas saudáveis, como trocar o molho branco pelo molho de tomate natural e os acompanhamentos gordurosos pelos mais magros. Adicionar legumes também é uma ótima ideia para variar no preparo e incrementar o prato.

Consumir a massa acompanhada de uma fonte de proteína magra, como frango sem pele, peixe e peito de peru light, é mais uma dica da nutricionista. A proteína desacelera a absorção de carboidrato pelo organismo, fazendo com que você se sinta saciada por mais tempo.


Fonte: Dicas de Mulher

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Aposte no chá mate para diminuir o colesterol


O chá-mate é uma bebida produzida a partir da erva-mate (Ilex paraguariensis) tostada. Entre os nutrientes da erva-mate, e consequentemente de seu chá, destacam-se as metilxantinas (cafeína e teobromina), compostos fenólicos, flavonoides e as saponinas. Entre os seus benefícios estão:
Diminui o colesterol: A erva-mate é rica em saponinas, que tem um efeito anti-inflamatório, e compostos fenólicos, que possuem forte ação antioxidante. Estes nutrientes contribuem para a diminuição do colesterol total e do colesterol ruim, o LDL. Isto porque ajudam a bloquear a absorção de colesterol no intestino delgado e ainda inibem a síntese do lipídeo no fígado. 
Ajuda a emagrecer: O chá-mate possui as metilxantinas (cafeína e teobromina) em sua composição. Essas substâncias conferem ao chá o efeito termogênico, pois ele acelera o metabolismo e aumenta o gasto calórico em repouso. Esse mecanismo aumenta a queima de gordura, por isso a bebida pode contribuir para o emagrecimento. 
Ação diurética: As metilxantinas (cafeína e teobromina) presentes no chá-mate também possuem propriedades diuréticas. Assim, a ação diurética da bebida ajuda na eliminação de toxinas que fazem mal para o organismo e dificultam o emagrecimento. 
Melhora a digestão: As saponinas presentes no chá-mate auxiliam na liberação de sucos digestivos, principalmente a bile, por isso, podem facilitar a digestão de alimentos. 
A quantidade recomendada de chá-mate é de cerca de um litro por dia no qual é utilizado 20 gramas das folhas de erva-mate. É interessante dividir a bebida em porções de 330 ml e tomá-las antes ou durante as principais refeições (café da manhã, almoço e jantar). Evite o chá mate de saquinho, que costuma vir misturado a outras ervas. Para adoçar, previra agave ou stévia.
Fonte: Minha Vida