A Medicina Ortomolecular feita da maneira certa!

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Emagrecimento e regulação do intestino com chá de alcachofra


Muitas pessoas talvez nem se lembrem da existência dela, mas a alcachofra possui propriedades terapêuticas e ainda é aliada na perda dos quilos extras. Além de diurética, desintoxicante e digestiva, a planta é laxante e ajuda a regular o intestino preso. O chá da alcachofra pode ser um grande aliado para quem quer perder peso ou vencer a constipação intestinal sem muito esforço.

A alcachofra contém oligossacarídeos, carboidratos solúveis considerados como fibras dietéticas, que ajuda a evitar a constipação intestinal. Ela também possui uma substância chamada ciarina, que é um excelente regulador das ações do fígado. A alcachofra também é rica em vitamina A, nutriente que favorece a visão, para e o crescimento e desenvolvimento dos ossos.

Como é fonte de ferro, a planta ainda ajuda na prevenção de anemia. Além disso, sai alta concentração de potássio diminui a retenção de líquidos. A alcachofra também traz sensação de saciedade e é pouco calórica e, por isso, ajuda a emagrecer. Outro ponto é a presença de substâncias que reduzem a absorção de moléculas de gordura pelas células.

A planta e o chá dela não são indicados para gestantes e lactantes porque a cinaropicrina e a cinarase, compostos da flor, causam a coagulação do leite e, consequentemente, diminuem a sua produção.

Fazer o chá é simples: Para cada 150 ml (uma xícara de chá) de água, usa-se 2 g de folhas de alcachofra. Basta ferver a água e depois de desligar o fogo adicionar as folhas de alcachofra. Deixe abafado por alguns minutos em infusão e consuma três xícaras do preparo por dia. Dê preferência para o chá fresco, não guarde para o dia seguinte.

Também disponível em cápsulas e em erva seca, a alcachofra pode ser encontrada em supermercados. Na hora de escolher, prefira as de talo longo e inflorescência (parte da planta em forma de flor) firme e bem arroxeada.


Fonte: Bolsa de Mulher

Nenhum comentário:

Postar um comentário