A Medicina Ortomolecular feita da maneira certa!

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Os benefícios do pistache no controle do colesterol


Uma pesquisa feita pela Universidade do Estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos, comprovou que o consumo diário dessa fruta oleaginosa mantém a saúde cardíaca em dia. O pistache possui a capacidade de reduzir o colesterol ruim (LDL) e combater os radicais livres devido ao seu poder antioxidante.

Assim como as demais oleaginosas, o pistache possui baixo índice glicêmico (velocidade com que o açúcar é absorvido pelo sangue), podendo ser consumido junto de pratos ricos em carboidratos. Em geral, essa associação pode ser inserida em dietas para portadores de diabetes, pois ela faz com que a digestão seja mais lenta e evita uma elevação repentina da glicemia.

O alimento pode ajudar no controle do peso, já que promove o efeito de saciedade. Comer uma fruta junto com uma porção de pistache, por exemplo, é uma excelente combinação, pois fornece proteínas, gorduras, carboidratos e fibras. Só é preciso ficar atento às quantidades para não exagerar nas calorias! O consumo diário deve ser pequeno, de 2 a 3 unidades sem sal ao dia.


Fonte: Viva Saúde

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Evite a ansiedade e emagreça com saúde



Começar uma reeducação alimentar é sempre difícil, e a mudança de hábitos junto com a pressa em perder peso pode causar ansiedade que, se não controlada, pode prejudicar o plano de dieta.

Alguns sentimentos como alegria e tristeza produzem reações químicas no nosso organismo, com a ansiedade não é diferente. O resultado pode ser sentido na balança, mesmo por quem segue a dieta à risca.

A ansiedade pode fazer com que a pessoa demore mais para se sentir satisfeita e consequentemente, coma em maior quantidade. Além disso ela também pode provocar compulsão, ou seja, na tentativa de “aliviar” a ansiedade, a pessoa come sem parar.

Para evitar a ansiedade, o primeiro passo é criar um plano de alimentação de acordo com a sua necessidade. Foco e disciplina são essenciais durante todo o processo. Evite longos períodos de jejum, faça as refeições nas horas certas e de maneira moderada. Ficar sem comer por um tempo muito prolongado faz a fome aumentar muito e você acaba consumindo mais do que precisava.

Diminua o consumo de bebidas estimulantes, como o chá preto ou o café, pois elas podem deixá-la mais ansiosa durante a dieta. Pratique exercícios físicos por pelo menos 30 minutos diários, até mesmo uma simples caminhada pelo bairro ajuda a gastar energia e colabora na liberação da serotonina, substância responsável pelo prazer, calma e bem-estar. Procure dormir pelo menos oito horas por dia. 

Descubra outros prazeres além da comida. Um passeio com amigos, andar de bicicleta ou ler um livro em uma praça com vista agradável são boas distrações que ajudam a diminuir a ansiedade (e esquecer a comida). 

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Os benefícios do vinagre para a saúde e o emagrecimento


Ao escolher o vinagre para a salada, muitas pessoas não sabem que estão usando um ingrediente poderoso. O vinagre é considerado um dos primeiros remédios da humanidade, e já serviu para conservar alimentos e até foi utilizado como produto de limpeza.

Diversos estudos revelam que incluir uma pequena quantidade do líquido na dieta auxilia no combate de diversas doenças. Dentre seus nutrientes destacam-se: potássio, magnésio, fósforo e cálcio, vitaminas, ácidos orgânicos, proteínas, ferro e ácido fólico. O vinagre é um coadjuvante no combate à hipertensão, ajuda a digestão, retarda o envelhecimento e previne contra o aparecimento de tumores cancerígenos, além de ter baixo teor calórico.

Com apenas uma colher de sopa de vinagre, a digestão é estimulada, pois o condimento favorece a secreção do suco gástrico e aumenta a ação dissolvente do estômago. Por ser derivado do vinho, ele possui antioxidantes e flavonoides, substâncias que reduzem o envelhecimento precoce e os riscos de desenvolvimento de doenças crônicas, como as cardiovasculares. Também preserva a elasticidade e flexibilidade das artérias.

O vinagre balsâmico, por exemplo, elimina os radicais livres, desobstrui as artérias, reduz o colesterol e previne o câncer. Em relação ao diabetes, já foi comprovado que seu consumo controla o índice glicêmico. Em 2007, no Japão, foi realizado um estudo com ratos diabéticos. Os pesquisadores incluíram vinagre de maçã nas rações, o que resultou na redução dos níveis de colesterol e do diabetes.

O condimento também diminui a pressão arterial e, por aumentar a solubilidade do cálcio, contribui para a melhor absorção do mineral pelo organismo, protegendo a saúde dos ossos e músculos. As pessoas hipertensas que precisam consumir sódio com moderação podem utilizar o vinagre como substituto do sal. E, por ser altamente diurético, possui também qualidades antissépticas e antibióticas e também é rico em sais minerais importantes para os processos bioquímicos do organismo.

O vinagre contribui para o equilíbrio do metabolismo e também ajuda a eliminar toxinas e bactérias do organismo. Por conter vitaminas do complexo B, é metabolizado rapidamente, não acidificando nem sobrecarregando as vias urinárias.

Uma ótima notícia para quem quer emagrecer: os vinagres possuem poucas calorias: uma colher de sopa tem em torno de 1,28kcal. Eles ajudam a diminuir o apetite, reduzem a gordura abdominal e aceleram o metabolismo, aumentando a queima de calorias. Um estudo publicado pela revista Journal of Food and Chemistry concluiu que o vinagre regula também os genes que controlam a eliminação de gorduras pelo organismo.


Fonte: Viva Saúde

segunda-feira, 16 de junho de 2014

Kiwi traz saciedade, melhora a digestão e ajuda a emagrecer!


Quem pensa que o kiwi (ou quiuí) serve apenas para deixar a salada de frutas mais bonita se engana. Além da bela coloração, o fruto de origem chinesa também traz muitosbenefícios à saúde e à dieta.

O kiwi é fonte de fibras solúveis, nutrientes importantes para a digestão.  Encontradas principalmente em vegetais, essas fibras proporcionam a sensação de saciedade, por fazer com que o alimento permaneça mais tempo no estômago. Isso significa que o organismo demora mais a sentir fome, evitando deslizes durante o regime e auxiliando na perda de peso.

O fruto é rico em vitaminas do complexo A e E, antioxidantes e minerais, como ferro e potássio. Essa combinação fortalece o sistema imunológico, diminui o risco de doenças no coração, além de melhorar a digestão e agir como anti-inflamatório natural.

Apesar do sabor azedinho, o kiwi pode ser consumido de diversas maneiras. É possível ir além da fruta natural e misturá-lo aos cereais ou saladas variadas. Entretanto, sucos ou os smoothies emagrecedores são boas opções para incrementar o cardápio.

Smoothie de pera e kiwi

Rico em fibras e proteína, o smoothie aumenta a sensação de saciedade.

Ingredientes:

1 pera
1 kiwi descascado
1/4 de abacate maduro
1 xícara de framboesas congeladas
1 xícara de espinafre
1 embalagem de iogurte grego sem gordura
1/2 colher de chá de linhaça
2 xícaras de água gelada

Modo de preparo:

Bata tudo no liquidificador e acrescente gelo a gosto. 354 kcal por porção.

Fonte: Bem Leve



sexta-feira, 13 de junho de 2014

Emagreça mudando de lugar os alimentos na geladeira


Vocês já devem ter percebido que tudo em um Shopping Center é planejado para fazer vocês comprarem. Desde o chão liso, que nos impede de andar rápido (nos forçando, assim, a reparar nas vitrines), até a falta de relógios em qualquer lugar (para nos fazer perder a noção do tempo). Já que o nosso psicológico é movido por pequenos detalhes que nos induzem a cometer certas ações, por que não utilizamos o mesmo princípio na geladeira e na despensa?

Primeiramente, pare de guardar as frutas na gaveta de legumes da geladeira. Em vez disso, deixe-as bem a vista na primeira prateleira (aquela pra onde você olha assim que abre). De preferência, já lavadas, cortadas e acondicionadas em potinhos com tampa. Assim, sempre que te der vontade de “beliscar” alguma coisa, você poderá fazer uma boa opção. Gelatinas light também são bons para a sobremesa.


Na prateleira mais embaixo, coloque os alimentos de consumo moderado, como queijos, ovos, iogurtes e todos os acompanhamentos de café da manhã. Afinal, você só vai consumi-los uma vez ao dia. No freezer, opte por enchê-lo de carnes magras (frango, peixe), e legumes congelados.

Já no armário da despensa, deixe mais visíveis os mantimentos de uso diário (arroz, feijão, café). Os alimentos integrais, saudáveis e light também devem estar dispostos ao alcance das mãos. E nada de abarrotar o armário com biscoitos e outras guloseimas. Os bombons e doces não estão proibidos, desde que sejam consumidos com parcimônia (no máximo uma unidade ao dia). Portanto, nada de deixá-los à vista na sala, por onde você passa várias vezes ao dia. Você pode acabar não resistindo e pegando alguns para comer. Deixe-os bem escondidos na cozinha, assim você não vai lembrar deles toda hora.

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Tomar o café da manhã faz você queimar mais calorias


Você é daquelas que acaba pulando o café da manhã na correria do dia a dia? Pois saiba que esse hábito pode estar sabotando a sua silhueta. De acordo com um novo estudo, quem faz a refeição corretamente queima mais calorias e tem mais controle do açúcar.

Pesquisadores da University of Bath avaliaram pessoas entre 21 e 60 anos, separando-as aleatoriamente em dois grupos: um que deveria jejuar na parte da manhã e outro que comeria o café da manhã por seis semanas.

O grupo de jejum deveria ficar sem comer até o meio dia, enquanto os outros consumiram 700 calorias antes das 11 horas, sendo que 350 dessas calorias deveriam ser consumidas até duas horas depois de acordar. Quanto a petiscar lanchinhos depois ou o tamanho das porções seguintes, tomar o café da manhã não fez diferença. No entanto, essas pessoas gastaram mais energia durante o dia, cerca de 442 calorias, principalmente pela manhã depois de se alimentar.

No decorrer do dia quem consumiu o café da manhã teve um nível de controle do açúcar melhor comparado aos outros participantes, tendo mais energia, se movimentando mais e, portanto, eliminando mais quilos extras. Por isso, nunca pule o café da manhã, que importantíssimo para te dar mais ânimo nas atividades do dia, te fazendo queimar mais calorias!

Fonte: Daqui Dali


quarta-feira, 4 de junho de 2014

Quer comer menos? Evite a ansiedade



Muitas pacientes vêm ao consultório reclamando que não conseguem parar de comer por causa da ansiedade. O estresse, a TPM e as preocupações do dia a dia podem fazer com que você coma mais. Além disso, todos esses fatores contribuem para a produção de cortisol no organismo. O cortisol é um hormônio que promove o acúmulo de gordura.

Mas alguns alimentos podem te ajudar a controlar a ansiedade e, portanto, emagrecer. Peixes de água fria, como o atum, salmão e sardinha possuem grandes quantidades de Ômega 3, que reduz em até 20% os níveis de ansiedade. Também fazem parte dessa lista a linhaça, óleos vegetais e azeite de oliva.

O magnésio é outra substância que reduz a ansiedade e o estresse. Consuma cereais e grãos integrais, abacate, nozes, castanhas, amêndoas e vegetais de folhas verdes. Já a vitamina C ajuda a reduzir a produção de cortisol e combate os radicais livres (moléculas que destroem as células quando estamos estressados). Invista na acerola, limão, laranja, morango, caju, brócolis e rúcula.