A Medicina Ortomolecular feita da maneira certa!

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Evite o efeito sanfona!


Você está cansada de fazer as mais variadas dietas, perder peso e depois recuperar os quilos perdidos (e às vezes alguns a mais)? Pois saiba que, quanto mais rápido você perder peso, mais fácil irá recuperá-los.

As dietas de restrição calórica são o princípio para eliminar quilos excedentes. Mas se estas dietas forem pobres em nutrientes o organismo tentará suprir suas necessidades de outro modo. O chamado “efeito ioiô” acontece porque as dietas restritivas não suprem todas as necessidades nutricionais do organismo e, depois de passar um tempo sem nutrientes, o metabolismo age mais rápido para recuperar a perda. O resultado é o ganho de peso, porque o organismo passa a metabolizar, além das vitaminas e minerais, carboidratos e gorduras.

E não são só nutrientes que o corpo perde nessas dietas. Quando se perde mais de 10% de peso corporal, a produção de hormônios e enzimas fica prejudicada. Hormônios esses que são justamente responsáveis por metabolizar os nutrientes. Com o metabolismo lento, a pessoa acaba engordando.
Também não adianta estabelecer uma meta de peso por conta própria. O nosso corpo possui um ponto de equilíbrio, e quem define o peso que devemos ter é o hipotálamo (no cérebro). Cada pessoa tem uma porcentagem de gordura corporal que o organismo tentará sempre atingir e manter. Mas se os hábitos alimentares forem incorretos por muito tempo, essa porcentagem pode aumentar.

Portanto, para emagrecer corretamente, a primeira coisa a se fazer é procurar um profissional. Um nutricionista irá analisar dados da sua vida (hábitos alimentares, histórico familiar), pedir exames para saber como o seu organismo funciona e a partir daí avaliar o peso ideal para você. A segunda coisa é entender que emagrecer não é um ato temporário, mas uma mudança de vida que deve ser seguida para sempre. Com a alimentação correta aliada a exercícios, pode-se comer tudo que gosta sem privação, apenas com moderação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário