A Medicina Ortomolecular feita da maneira certa!

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Alimentos bons para a memória


Em uma alimentação balanceada e saudável há substâncias que podem ajudar a fortalecer a memória. Alimentos ricos e ômega 3 e vitamina D, como salmão, sardinha, anchova, atum, entre outros, podem proteger os neurônios contra os radicais livres, além de auxiliar em sua renovação.

Com o aumento do número de idosos, ou seja, o aumento da estimativa de vida, o número de doenças relacionadas à demência, inclusive o Alzheimer, aumentam. Por isso, com uma alimentação saudável e outros cuidados é possível retardar essa degeneração. Alimentos ricos em selênio, presentes nas oleaginosas (castanhas, nozes e amêndoas), são recomendados. Outra sugestão são as frutas vermelhas, as berries, que são antioxidantes.

Uma dieta rica em fósforo também ajuda no bom funcionamento do cérebro, uma vez que é um elemento encontrado na formação das células cerebrais. Um nível de consumo adequado desse elemento ajuda a manter as funções cerebrais. Entre os alimentos que contem fósforo posso citar leite e seus derivados, e legumes. Já a gema do ovo é rica em colina, um nutriente essencial que faz parte das vitaminas do complexo. Ele atua na comunicação dos neurônios. Entre outras fontes de colina podemos citar o fígado de galinha, vitela, mostarda e cereais integrais.

Os peixes também são essenciais para um bom funcionamento do cérebro. Eles melhoram a memória, a concentração e possuem ação anti-inflamatória. Protegem os neurônios contra os radicais livres e preservam as membranas dos neurônios, colaborando para a troca de informações entre eles. Os peixes são fontes de zinco e selênio que estimulam a atividade cerebral, impedindo, até, ondas de cansaço ao final do dia. Entre os mais ricos em zinco e selênio estão o salmão, sardinha, anchova, atum, arenque e cavala.

Já os alimentos vilões para a memória são os mais pesados e ricos em gorduras. Açúcares e alimentos com alto índice glicêmico (massas, batata...) elevam a produção de insulina e desencadeiam outras reações químicas que agridem as células cerebrais. Atenção ao consumo exagerado de carne, principalmente no churrasco, ou frita. Outro vilão é o álcool.





Nenhum comentário:

Postar um comentário