A Medicina Ortomolecular feita da maneira certa!

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Biomassa de banana verde: saiba como preparar o alimento que ajuda a perder peso


Não basta ser uma das frutas mais consumidas, saborosas e adoradas no Brasil, a banana tem benefícios que vão além do que se imagina. No caso da biomassa formada pela banana-verde, é construído um prebiótico, componente resistente à ação de enzimas, não calórico e que estimula o crescimento de determinadas bactérias, como os lactobacilos. A polpa dessa fruta é conhecida por conter alta concentração de frutose, sacarose, amido e glicose, tudo que será transformado em energia pelo corpo.

Quando verde, a banana-verde mantém seus sais minerais e vitaminas (A, B1, B2, fósforo, magnésio, potássio, sódio etc.), ajuda a manter a forma — pois dificulta a absorção de gorduras — e pode ser facilmente aplicada em receitas de purê, bolos e pães. Os alimentos ricos em minerais como cálcio, zinco, magnésio, sódio e potássio são predominantemente alcalinizantes e atuam como elementos energizantes e neutralizadores de ácidos do estômago.

A biomassa de banana-verde fica ótima quando usada entre os ingredientes do mingau de aveia, da sopa ou misturada a outro alimento quente. Assim, o sabor fica mais agradável! O composto é vendido pronto em lojas de produtos naturais, mas você mesmo pode preparar em casa essa massa tão benéfica à saúde. Veja como:

  • Lave as bananas verdes com casca, uma a uma, e enxágue bem
  • Em uma panela de pressão com água fervente (para criar choque térmico), cozinhe as bananas verdes com casca, cobertas com água por 20 minutos;
  • Desligue o fogo após os primeiros 8 minutos e deixe que a pressão continue cozinhando as bananas;
  • Espere o vapor escapar naturalmente. Não force o processo abrindo a panela debaixo da torneira, por exemplo;
  • Ao término do cozimento, mantenha as bananas na água quente da panela;
  • Vá aos poucos tirando a casca da polpa, que deve ser passada imediatamente no processador. É importante que a polpa esteja bem quente, para não esfarinhar;
  • Coloque a quantidade desejada da polpa cozida no processador;
  • Processe até obter uma pasta bem espessa;
  • Se não for utilizar imediatamente, guarde a polpa em recipiente de vidro. Essa polpa pode ser guardada por 3 a 4 meses no congelador, mas necessitará de um reprocessamento.

Fontes: Cláudia e Viva Saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário