A Medicina Ortomolecular feita da maneira certa!

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Conheça todos os benefícios das castanhas



Noz, avelã, castanha do Brasil, macadâmia, pistache, castanha de caju e amêndoa são apenas alguns dos exemplos de oleaginosas que temos no mercado. E provavelmente esta não é a primeira vez que você ouve dizer que as castanhas podem trazer uma série de benefícios para o organismo. Mas será que você conhece todas essas vantagens?

Embora algumas pessoas evitem o seu consumo regular por acreditar que são alimentos muito calóricos e ricos em gorduras, um estudo recente dos Estados Unidos aponta que os adultos não precisam restringir a ingestão das oleaginosas. Os pesquisadores revisaram 31 estudos anteriores e descobriram que as pessoas que consumiam castanhas regularmente ou que trocavam outros alimentos por castanhas perdiam mais peso e reduziam a circunferência abdominal.

Veja bons motivos para ter esses alimentos sempre por perto:

Ajuda na manutenção do peso

Na revisão de estudo realizada pelos pesquisadores, algumas pesquisas mostraram um pequeno aumento na massa total, mas a maioria delas identificou uma relação entre as castanhas e a manutenção do peso. Acredita-se que a explicação esteja no fato de que as oleaginosas são alimentos que saciam facilmente, mas, graças às fibras, são metabolizadas lentamente pelo organismo. Isso significa que as castanhas satisfazem mais do que outros alimentos com o mesmo valor calórico, mas possuem um valor nutritivo maior.

Controle do colesterol

Um estudo realizado em 2010 sugere que consumir uma noz por dia seja suficiente para manter o colesterol ruim em níveis baixos. A pesquisa descobriu que esse hábito resultou em uma redução de 7,4% no LDL (colesterol ruim) e cerca de 10% nos níveis de concentração de triglicérides.

Proteção do coração

De acordo com um estudo, amêndoas, avelãs, amendoins, castanhas do Brasil, nozes e castanhas de caju diminuem o risco de doenças do coração. As descobertas foram feitas em Harvard e mostram que as oleaginosas podem ajudar a diminuir o LDL (colesterol ruim), além de fornecerem uma dose de gorduras monoinsaturadas e poliinsaturadas – que são consideradas as gorduras do bem, que protegem o coração. Esses alimentos também são ricos em arginina, que é um aminoácido que se transforma em óxido nítrico dentro do organismo e ajuda a relaxar os vasos sanguíneos.

Fonte: Toda Ela

Nenhum comentário:

Postar um comentário