A Medicina Ortomolecular feita da maneira certa!

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Três erros cometidos pela manhã que retardam o metabolismo



O ritmo do seu metabolismo é afetado por vários fatores: idade, peso e genética. Embora você não possa fazer algo para mudar todas essas questões, existem alguns hábitos que prejudicam ainda mais a perda de peso. E isso é tudo o que você não quer, certo? Então, evite as atitudes abaixo e dê uma acelerada na dieta. 

1. Pular o café da manhã (ou tomá-lo muito tarde) 

Um estudo realizado pela instituição britânica Imperial College London indicou que pular o café da manhã faz o cérebro escolher alimentos mais gordurosos ao longo do dia. Na pesquisa também foi observado que as pessoas que não fizeram a refeição de forma adequada ou começaram o dia em jejum ingeriram 20% a mais de calorias no almoço. Tomar o café da manhã mantém os níveis de glicose sanguínea sob controle e evita os ataques à geladeira.

Além disso, saiba que pular essa refeição não garante economia calórica. De estômago vazio você não terá energia para realizar as atividades diárias. Dessa maneira, o corpo passa a trabalhar no modo econômico e, com a redução das atividades, gastará menos calorias. Resultado: você come pouco, mas gasta menos calorias.

2. Não praticar atividade física 

De acordo com os pesquisadores, a queima calórica no período da manhã é maior do que em outros horários do dia. Praticar uma atividade física logo cedo traz mais disposição para a sua rotina. Além disso, a recuperação após o treino tende a ser melhor quando você malha nesse período, pois as refeições ao longo do dia auxiliam na recuperação muscular e nos estoques de glicogênio. 

3. Excluir a musculação do treino 

Os exercícios com carga são importantes para perder gordura e fundamentais para você continuar magra. Para ter uma ideia, dois quilos a mais de massa muscular faz com que o organismo consuma 30 calorias a mais por dia. O único pré-requisito para fazer musculação no período da manhã é fazer uma refeição equilibrada para garantir energia suficiente na hora do treino. Com o organismo abastecido, você não tira energia dos músculos. Mas a atividade tem que ser um hábito. Depois dos 40 anos começa o declínio de massa magra, que pode chegar a 50% do total de músculos na terceira idade.

Fonte: Boa Forma

Nenhum comentário:

Postar um comentário